Tozzini Freire feminino e Machado Meyer masculino são os grandes campeões!

Tivemos no domingo, 21 de setembro, as finais dos torneios feminino e masculino de futebol society da Liga Jurídica 2014. Em uma tarde com jogos muito emocionantes, conhecemos todos os campeões desse ano. Além dos jogos, o público presente pode saborear um delicioso churrasco oferecido pela Associação Atlética Liga Jurídica.

 

 


FUTEBOL SOCIETY FEMININO

 


Siqueira Castro e Mattos Filho fizeram a final da Série Prata. A partida começou equilibrada, mas logo as meninas do Siqueira Castro dominaram o jogo. Com dois gols de Renata Cavalcante e um de Cristiane Santos, o Siqueira Castro derrotou o Mattos Filho por 3 a 0 e sagrou-se campeão da Série Prata.

Na disputa pelo terceiro lugar da Série Ouro, a equipe do Demarest não compareceu. Dessa forma, as meninas do Machado Meyer ficaram com o bronze.

Na grande final da Série Ouro, os dois times mais regulares e os que mostraram o melhor futebol durante toda a competição: Aidar SBZ e Tozzini Freire. O Aidar ainda tinha um leve favoritismo por terem derrotado o Tozzini na 1ª fase e por serem as campeãs de 2012 e 2013.

Com o apito inicial, o que se viu foram duas equipes muito ansiosas e nervosas e com medo de errar. Durante todo o primeiro tempo o jogo teve poucas chances de gol e raras jogadas de ataque. Apenas na metade final do segundo tempo é que os dois times se soltaram e buscaram o gol. Mas o empate em 0 a 0 foi o resultado final.

Veio a prorrogação e com ela, a emoção. As duas equipes se lançaram ao ataque, tentando resolver o jogo. E aos 2 minutos do 1º tempo do tempo extra, Selminha Silva fez jogada individual e chutou forte no canto, inaugurando o placar da final. O gol fez o Tozzini recuar para garantir o resultado, tática que acabou dando certo, pois o Aidar não conseguiu o empate.

 

Dessa forma, o Tozzini Freire sagrou-se o grande campeão da Série Ouro da Liga Jurídica 2014.

Logo após a final, tivemos a cerimônia de premiação:
- Melhor jogadora da final (Série Prata): Renata Cavalcante (Siqueira Castro);
- Melhor jogadora da final (Série Ouro): Selminha da Silva (Tozzini Freire);
- Melhor goleira da Liga Jurídica 2014: Ingrid Furtado (Tozzini Freire);
- Artilheira da Liga Jurídica 2014: Ana Carolina D´Giacomo (Demarest), com 14 gols.

Seleção da Liga Jurídica 2014:
- Ingrid Furtado (Tozzini Freire);
- Selminha Silva (Tozzini Freire);
- Ana Carolina D´Giacomo (Demarest);
- Maria Wagner (Demarest);
- Rosana Cintia Melo (Aidar SBZ);
- Juliana Nórcia (Aidar SBZ) e
- Ariana Anfe (Machado Meyer).

 

 


 


Como crianças: comemoração do Siqueira estava entalada desde 2013.

 

Parando o tri: Tozzini suou sangue para interromper a sequência do Aidar.

     

 


Chateada: mesmo com 2 meninas do Aidar na Seleção da Liga, o clima era de tristeza.   Era uma vez...: grupo de jogadoras entrou para a história da Liga Jurídica.

 

 


     

FUTEBOL SOCIETY MASCULINO

 


Pela Série Prata, a disputa pelo 3º lugar envolvia Demarest e Braga Nascimento, que não compareceu ao jogo, deixando o bronze com a equipe verde e preto.

Na final da Série Prata, o BM&A goleou o Souza, Cescon por 5 a 1 e ficou com o título. O destaque da partida foi Luis Gustavo Godoy, com 2 gols marcados.

Na disputa pelo 3º lugar da Série Ouro, o Tozzini Freire goleou o Pinheiro Neto por 10 a 2 e terminou a competição com o bronze. Lucas Castro marcou 4 dos 10 gols do Tozzini e foi o nome do jogo.

A grande final envolvia uma das maiores rivalidades da Liga Jurídica: Aidar SBZ e Machado Meyer. O Aidar SBZ, defendendo o título, tinha como adversário o Machado Meyer, que teve campanha apenas regular no ano passado, mas que vinha numa campanha crescente nesse ano.

O jogo começou quente, como era de se esperar. Logo aos 4 minutos do primeiro tempo o Aidar SBZ saiu na frente. Depois de uma troca de passes, Rafael Sacucci arriscou e acertou o ângulo, marcando um belo gol.

O Machado Meyer não se abalou com o gol e partiu pra cima. E 5 minutos depois empatou o jogo. Em uma cobrança de escanteio no segundo pau, João Batista Neto apenas escorou para empatar o jogo. Na segunda etapa, o jogo continuou bastante disputado. Com as defesas muito fechadas, o jeito era arriscar de longe. Tanto o Aidar, quanto o Machado chegaram a acertar a trave e chutes de longe. Porém, aos 20 minutos do segundo tempo, o Machado Meyer repetiu a jogada do primeiro gol. Um escanteio cobrado no segundo pau, rente ao gol, encontrou Sergio Ópice, que, de cabeça, marcou o gol do título.

 

Logo após a partida tivemos a premiação masculina:
- Melhor jogador da final (Série Prata): Luis Gustavo Godoy (BM&A);
- Melhor jogador da final (Série Ouro): Vinícius Andrade (Machado Meyer);
- Melhor goleiro da Liga Jurídica 2014: Tiago Lopes (Souza, Cescon);
- Artilheiro da Liga Jurídica 2014: Luis Gustavo Godoy (BM&A) com 19 gols.

Seleção da Liga Jurídica 2014:
- Tiago Lopes (Souza, Cescon);
- Milton Paulo Neto (Dinamarco);
- Luis Gustavo Godoy (BM&A);
- Alexandre Nogueira (Aidar SBZ);
- João Ricardo Silva (Aidar SBZ);
- Renato Nakagawa (Mattos Filho) e
- Lucas Pereira (Machado Meyer).

A Associação Atlética Liga Jurídica e a Sportiva Marketing e Eventos agradecem a
participação de todos os atletas de Aidar SBZ, BM&A, Braga Nascimento, Demarest, Dinamarco, Duarte Garcia, Glézio Rocha, Lobo & de Rizzo, Machado Meyer, Mattos Filho, Mayer Brown, Pinheiro Neto, Siqueira Castro, Souza Cescon, Tozzini Freire e VPBG.

Nos vemos novamente em 2015!

 

 


 

Jogada aérea: empate e virada vieram de cobranças de escanteio.

 

Questão de honra: BM&A foi de vice da Ouro em 2013 a campeão da Prata em 2014.

 

 


 


Festa vermelha: eliminado precocemente em 2013, MM deu a volta por cima e ganhou em 2014.

 

Haja prateleira: Luis Godoy do BM&A foi o jogador que mais levou prêmios!